SICC encaminha cerca de 60% das vendas anuais da indústria de calçados e acessórios

Economiaenegocios Notícias 15 Maio / 2015 Sexta-feira por Gramadosite

As coleções para as estações de primavera e verão são as responsáveis pelo maior volume de vendas da indústria calçadista brasileira. Elas respondem por 70% daquilo que é produzido pelas linhas de produção em todo o ano. Uma das principais feiras brasileiras do setor, a XXIV edição do SICC – Salão Internacional do Couro e do Calçado – será a responsável por apresentar o que a indústria nacional preparou para o período, dando início às vendas de cerca de 60% dos 900 milhões de pares fabricados anualmente no país. O SICC será realizado de 25 a 27 de maio em Gramado (RS), com a expectativa de que 15 mil visitantes circulem durante os três dias do evento.

Nesta edição, a feira calçadista gaúcha receberá nos pavilhões do Serra Park indústrias que respondem por 84% da produção brasileira de calçados e acessórios. As coleções de primavera/ verão ocupam as vitrines no principal período de vendas do varejo, as festas de final de ano. “Essas coleções são fundamentais para o fortalecimento das indústrias e o abastecimento das linhas de produção com pedidos. Apenas 30% da produção é voltada ao outono/inverno, o restante começa a ser vendido agora para a estação quente”, destaca Frederico Pletsch, diretor da Merkator Feiras e Eventos, empresa promotora do SICC.

Principal feira do setor realizada no país, o evento reúne cerca de 350 expositores, que representam 1,7 mil marcas de destaque no mercado nacional. O retrato do cenário calçadista brasileiro foi construído pelo IEMI (Instituto de Estudos e Marketing Industrial), parceiro da Abicalçados. Outro dado que reforça a importância central das vendas no SICC é o peso do mercado interno para a indústria do país. Mais de 85% da produção é destinada às vitrines do varejo do país, o que equivale, anualmente, a 770 milhões de pares. “Esse é o momento do encontro entre a indústria e o varejo, para encaminhar vendas que serão importantes para todo o setor, e consequentemente, para a economia do país”, explica Pletsch.

Categorias:   Notícias | Artigos | Economia e Negócios | Estilo | Cultura | Esportes