Pensar não dói

Cultura Variedades 25 Maio / 2015 Segunda-feira por Juarez José Cognato

Pagam muito imposto, mas tem saúde de qualidade, ensino que forma cidadãos e não analfabetos funcionais, e segurança.
Não há balas perdidas, o primeiro ministro vai de bicicleta para o trabalho e não elegem farsantes e terroristas para governarem os países.
Deve ser um saco viver nesses lugares, sem futebol, carnaval, bundalelê, ziriguidum, balacobaco, telecoteco, PT, MST, black bloc, mensalão, petrolão, Zé Dirceu, Stédile, uma incompetenta como presidenta e aquele jeitinho malandro de burlar as leis. Não sei como aquela "zelite de ôio azul e cabelo louro" aguenta essa tal de Escandinávia.

Vai demorar muito para que os roubilhões da Petrobrás paguem por seus crimes.
A justiça é lenta como um cágado, vai ser difícil enquadrar os ladrões.
Mas, mesmo que seus crimes prescrevam, eles não deixarão de ser ladrões para o resto de sua vidas. Podem ser desagravados, aplaudidos, chamados de guerreiros brasileiros, terem estátuas em praça pública, mas suas testas estarão marcadas com o ferrete de ladrões. Eles sabem disso, mas são cínicos, pousam de vítimas.

Categorias:   Notícias | Artigos | Economia e Negócios | Estilo | Cultura | Esportes