Max Weber investiga papel da religião na vida econômica do século XX

Cultura Cultura 01 Agosto / 2020 Sabado por Gramadosite

O clássico ensaio do sociólogo alemão, Max Weber, A ética protestante e o espírito do capitalismo, lançado no Brasil pelo Grupo Editorial Edipro e publicado originalmente em 1905, é uma compilação de dois artigos que o fundador da sociologia escreveu em 1904, transformando-se assim, em um dos livros mais conhecidas de Weber.

Nesta obra, o sociólogo investiga as doutrinas de predestinação e êxito material como graça divina das religiões protestantes, em suma a influência do Calvinismo sob a economia, traçando um paralelo destas visões de mundo com o desenvolvimento do capitalismo moderno.

“No entanto, é preciso considerar o que hoje costuma ser esquecido: que a Reforma significou não tanto a eliminação do domínio da Igreja sobre a vida em geral, mas sobretudo a substituição da forma de domínio vigente até então por outra. Para ser mais exato, significou a substituição de um domínio extremamente cômodo, na época pouco perceptível na prática, muitas vezes quase apenas formal, por uma regulamentação infinitamente incômoda e séria de toda a condução da vida, que penetrava, da maneira mais ampla que se possa pensar, em todas as esferas da vida pública e privada.” (Weber, Max – p. 30)
Esse famoso estudo parte da análise estatística da relação entre crença religiosa e atuação da economia alemã do início do século XX. Então, Weber aponta para uma tendência à maior racionalidade econômica dos protestantes de sua época, em comparação à população católica.
A ética protestante e o espírito do capitalismo, que compõe o catálogo de sociologia da Edipro, é uma obra fundamental aos estudos da história econômica, da ação de grupos sociais motivadas por crenças culturais, da secularização de conceitos religiosos entre outros temas sociológicos, ciência política e filosóficos.

Ficha técnica
Editora: Edipro
Assunto: Sociologia
Preço: R$ 49,90
ISBN: 9788552101291
Edição: 1ª edição, 2020
Altura: 21
Largura: 14
Profundidade: 1,6
Número de páginas: 256
Onde comprar: Amazon e e-commerce Edipro

Sobre o autor: Max Weber (1864-1920), jurista e economista alemão, é considerado um dos fundadores da Sociologia. Sua obra influencia, até hoje, os estudos nas mais diversas disciplinas como a economia, a filosofia, o direito, a ciência política e a administração. Weber construiu uma extensa carreira acadêmica nas universidades de Humboldt de Berlim, de Freiburg, de Heidelberg, de Viena e de Munique. Grande parte de suas pesquisas foram dedicadas ao estudo do capitalismo. Foi consultor dos negociadores alemães no Tratado de Versalhes (1919) e da comissão encarregada de redigir a Constituição de Weimar.
Sobre a tradutora: Graduada em Francês e Português pela USP, especializada em tradução alemão-português, francês-português e pós-graduada em Língua e Literatura Italiana também pela USP. Traduz ficção, ensaios e fascículos de revistas para diversas editoras.

Categorias:   Notícias | Artigos | Economia e Negócios | Estilo | Cultura | Esportes